[2021] Como importar dos EUA legalmente? Guia completo

5
(1)

Milhares de pessoas buscam como importar dos EUA legalmente de forma mais segura e barata possível.

Apesar de ser uma prática muito conhecida, a minoria das pessoas de fato sabem como fazer isso da maneira correta (e dentro da lei e exigências legais).

Preparamos um guia completo e objetivo para que você aprenda de uma vez por todas como importar dos EUA legalmente.

Neste artigo você saberá como importar produtos dos EUA legalmente para revenda aqui no Brasil. Vamos lá, então?

Como importar dos EUA legalmente em 2021? Ainda vale a pena?

como importar dos eua legalmente

Mesmo na pandemia do novo Coronavírus e oscilações do dólar, importar dos EUA para revenda no Brasil é um grande negócio.

Dependendo dos produtos e da cotação do dólar no momento da importação, você pode multiplicar seus investimentos em até 8 vezes!

Em detrimento à pandemia, a galera tem voltado seus esforços para lojas virtuais (e-commerce), mas o mercado físico está retomando suas forças, cada vez mais. Os itens mais buscados para a venda no nosso país são:

  • Camisas (de marca e de modelos diferentes dos usualmente produzidos aqui);
  • Relógios e acessórios;
  • Eletrônicos de vários tipos;
  • Celulares (smartphones);
  • Perfumaria e cosméticos
  • Computadores laptops (notebooks, tablets, etc).

Como importar produtos dos EUA legalmente para revenda: Fornecedores

Você terá desafios para encontrar fornecedores de confiança nos EUA (apesar de existirem muitos, diversos). Se você ainda está começando e vai pegar pouca quantia de produtos, inicialmente, recomendamos os sites mais usados para importação nos EUA, como:

  • eBay;
  • AliExpress;
  • Amazon;
  • GizmoTrader;
  • BestBuy.

Essas plataformas online são gigantes, “velhas” e seguras.

Seu dinheiro está assegurado quando você faz compras dos EUA por esses sites e eles já estão acostumados com a prática “redirecionamento de encomendas”.

Agora vamos abordar algumas das formas que existem de importação legal dos EUA para o Brasil.

Dropshipping

Termo relativamente novo para o Brasileiro (mas praticado há bastante tempo), o Dropshipping consiste em vender pela internet sem ter o produto fisicamente com você.

Normalmente você atua como um intermediador (vendedor) que irá ligar o fornecedor daquele produto e o cliente final.

Importação direcionada (importação direta)

É possível comprar produtos diretamente com fornecedores americanos e enviar para o Brasil.

Contudo, você precisará se preocupar com estoque (dependendo do tipo de produto, armazenar pode ser um problema) e também um obstáculo difícil de driblar: a burocracia da importação (todo processo aduaneiro é praticamente um impedidor da importação legal para o Brasil).

[2021] Como importar dos EUA legalmente? Guia completo 1

Importa Fácil

Os Correios têm um serviço próprio para a importação dos EUA para o Brasil.

Você pode importar mercadorias respeitando o limite de 3 mil dólares por vez (hoje isso é 16.500 reais, aproximadamente), bem como não sendo mais de 30 quilos por envio. Esta é uma opção boa para empreendedores e pequenos negócios.

Mas antes de começar a importar dos EUA legalmente via Importa Fácil, veja a próxima opção, ela pode sair mais barato e se adequar melhor à sua necessidade.

Importação negociada (trade)

Enviar produtos dos EUA diretamente para seu endereço é algo que pode se chamar de burrice, pois o custo inviabiliza esse processo, além de você correr grandes riscos de ter sua mercadoria retida.

Para solucionar isso existem as intermediadoras, elas são empresas que só fazem isso: receber mercadorias nos EUA para enviar para o Brasil de forma mais segura e legal. Você faz um cadastro nelas e recebe um ID único seu, além de seu “endereço americano” (este é o endereço que você vai inserir nas compras de seus produtos na internet).

A intermediadora, então, recebe seu produto e te envia no endereço brasileiro que você determinar, diminuindo seus impostos e custos de encomendas (nos EUA, os custos de envio são pelo peso e dimensões das encomendas).

Além disso, você tem a segurança de receber o produto perfeito e correto, pois eles são conferidos por essas empresas.

É claro que esse “redirecionamento de encomendas” tem seus custos, mas te livra de grandes chances de retenção de produtos, além de ser mais barato para a maioria dos casos.

Uma empresa muito séria nesse mercado é a UsCloser, empresa americana com experiência de anos no envio de produtos para o Brasil.

Como importar produtos dos EUA legalmente para revenda: Taxas, impostos e processos

Declaração De Importação para a Alfândega

A Lei 3.244 regula a atividade de importação (para pessoas físicas) no Brasil. Nela está determinado que você precisa declarar o que importa.

A Receita Federal irá taxar toda compra que ultrapassar 100 dólares. A declaração de importação para a alfândega é importante nesse aspecto (antes do envio para a Receita fazer as verificações de taxa e todo resto).

Sabendo que os preços nos EUA para grande parte dos produtos fabricados lá são muito menores que aqui, chega a ser vantajoso importar mesmo com todas as taxas que discutimos aqui (tem produtos que chegam a 90% de economia).

A ausência da declaração quase garante multa, além de apreensão dos produtos na Receita Federal (e possibilidade de penalizações).

Nas compras de grandes volumes, usualmente, a responsabilidade da organização e envio de documentos de importação é do exportador; sendo alguns deles:

  • Ciência (conhecimento) de embarque (a transportadora é quem emite esse documento);
  • Fatura comercial (invoice);
  • Demonstrativo (packing list – ou seja, listagem dos produtos embarcados);
  • Certificados gerais;

Tributos e taxas a serem pagos

Os produtos devem ser enquadrados no NCM – Nomenclatura Comum do Mercosul. A Receita Federal usa o NCM para enquadrar os impostos das mercadorias.

De acordo com o tipo de produto se determina os impostos de importação, que variam de 0% a 35%. Além dos impostos de importação, existem as taxas comuns do Brasil, como IPI, PIS, Cofins, ICMS, ISS, etc.

As alíquotas são variadas também de acordo com o tipo (categoria) de produtos.

Existem outras taxas que estão dentro do investimento de importação: taxas dos bancos, despachantes aduaneiros, seguros (nacionais e internacionais), taxas portuárias e alfandegárias, fretes, entre outros.

Viu como pode ser fácil e seguro importar produtos dos EUA legalmente em 2021?

Quais dessas estratégias você não conhecia e pretende por em prática? Deixe seu comentário e compartilhe conosco sua opinião.

[2021] Como importar dos EUA legalmente? Guia completo 2

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário